3 Dicas para melhorar seu design

O assunto de hoje é bastante corriqueiro e produtivo para nossa carreira e dia-a-dia como designers. Se você está pensando que o assunto vai envolver técnicas de Photoshop e Illustrator, se enganou profundamente. Hoje vamos falar um pouco sobre alguns princípios que podem ser seguidos para nos fazer enriquecer nossos Jobs e processos criativos. Vamos lá!

#01 – SEJA ESSENCIALMENTE ORIGINAL

Um problema que rodeia por gráficas, escritórios e estúdio (sem generalizar) são criações meramente parecidas com outras. Podemos classificar essa situação em duas partes: falta de originalidade e potencial da empresa/freelancer e cópia descarada de trabalhos.  Na primeira situação encontramos a seguinte situação: na internet existem diversos materiais gráficos gratuitos. Vetores, ilustrações, vídeos, imagens… o que nos permite várias possibilidades nas criações, mas o mal está na forma de aplicação de todo esse material. A maioria dos designers são preguiçosos e em suas buscas por imagem, por exemplo, no primeiro resultado que encontram, provavelmente será aquele o escolhido para a peça. O ‘erro’ ainda é mais grave com vetores, onde a busca é feita em sites com vetores gratuitos e são usados da forma ‘crua’ que são encontrados. Como materiais gratuitos não possuem licença de uso, os materiais podem ser editados, contato que seja citada a fonte original. O que quero dizer com tudo isso, é que apesar do uso de materiais grátis (ou pagos), o designer

precisa aplicar a sua assinatura ao projeto. Imagine que duas concorrentes usam uma mesma imagem em campanhas semelhantes, a originalidade praticamente some nessa situação. Isso compromete a qualidade e credibilidade da empresa. Por isso, recomendamos que ao usar materiais da internet, use os softwares ao seu favor para criar algo que seja só seu. Use fotos, mas combine-as com outros elementos, faça junções, manipulações, desenhe seus próprios traços; e tente sempre aplicar a sua estética.

A segunda opção não é nem necessário falar muito, todo mundo sabe que copiar exatamente alguma coisa que alguém fez é crime (plágio). Busque por referências e inspirações, mas nunca copie algo e diga que foi seu. Isso é crime e prejudica muito a sua imagem.

#02 – TENDÊNCIAS DO MERCADO

Quando se fala “tendência”, as pessoas associam logo ao estilo estético da coisa. Se o estilo da peça gráfica será realista ou em flat design, por exemplo. Mas tendências de mercado não está totalmente ligado ao lado estético, e sim, ao que está dando certo em questões de público: o que ele gosta e o que ele não gosta. Claro que a estética é muito importante, todos sabemos isso. Mas estética sem público definido e consumindo aquele produto, não serve de absolutamente nada. A análise de público, entendimento dos tipos de abordagens a se usar, qual estética se encaixa melhor para determinado público, enfim, muitas variáveis. Para saber exatamente como lidar com públicos e formatos tão diferentes, você precisa entender a língua do mercado, fazer pesquisas constantes, estudar muito e ficar sempre de ‘olho aberto’. Tenho certeza que se isso for feito, você vai entender com muito mais facilidade esse mercado tão complicado do mundo do design.

tendencias_de_profissoes

#03 – NUNCA PARE!

Não seja um designer que parou no tempo! Alie a sua rotina horas de pesquisas e estudos: tanto melhorando suas técnicas em softwares, como estudando teorias e conceitos do design. Quando você se mantém sempre estudando, você está um passo à frente de muitos designers que pararam no caminho. Acredite! Muitos estão acomodados com aquele conhecimento que tem e acham que isso já basta  – lembrem-se que o mercado é uma selva, ou seja, só sobrevive as feras. Quem para no tempo, está condicionado a ir perdendo espaço e ficando para trás. Tenha cuidado!

Estude na RedZero

 

Espero que essas dicas possam ter servido para vocês. Se elas forem aplicadas nas suas vidas e carreiras, grandes frutos serão colhidos no futuro, acreditem!

Abraços!

0 Comentários Comente →


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *